Depressão infantil: uma realidade cada vez mais comum

28/01/2016 - 00:00:00 | 238

Quais os sintomas que a criança pode vir a apresentar?

Quais os sintomas que a criança pode vir a apresentar?

\r\n
\r\n
A depressão é um mal que segundo os dados mais recentes da OMS - Organização Mundial da Saúde atinge aproximadamente 350 milhões de pessoas no mundo. Mas não são apenas os adultos que sofrem do mal, as crianças também podem vir a desenvolver a depressão. Vários fatores podem contribuir para a depressão infantil como: separação dos pais, morte de pessoas próximas e queridas, abuso físico, mudanças radicais no padrão de vida, situações de abandono etc.
\r\n
 
\r\n
Para a OMS, no Brasil, aproximadamente 8 milhões de jovens sofrem da doença, mas não há dados que comprovem com exatidão este número.
\r\n
 
\r\n
Assim como ocorre entre os adultos, crianças desde muito pequenas já têm uma rotina de compromissos, realizam várias atividades ao longo da semana e até mesmo se expõem desde cedo ao estresse.  Em muitos casos, as crianças não conseguem ter uma disciplina para as noites de sono e o que não pode deixar de ser levado em consideração é a interação com meios eletrônicos, que de certa forma, impede a interação da criança com o círculo social à sua volta.
\r\n
 
\r\n
Em caso de depressão, a criança pode se apresentar mais agitada do que normal; pode vir a se sentir culpada por algo ou triste; o isolamento também deve ser observado e claro, é primordial que os pais prestem sempre atenção no comportamento do filho e em casos de anormalidade é fundamental que um tratamento psicológico seja procurado.
\r\n
 
\r\n
Fatores relacionados ao ambiente devem ser considerados, um lar em que demonstrações de amor não são comuns, em que não existe diálogo, pode em longo prazo atuar no desenvolvimento da depressão na criança se houver uma predisposição à doença.
\r\n
 
\r\n
A depressão diferente do que muitas pessoas pensam “não é uma frescura” ou um estado que a pessoa pode mudar quando quiser. A depressão não precisa de um motivo para existir, aliás, pessoas que sofrem da doença podem antes de descobrir a depressão se questionar “Por que me sinto assim se não há motivos?”.
\r\n
 
\r\n
Se seu filho tem apresentado alterações no comportamento, procure a ajuda de um especialista.
\r\n
 


  • Produtos relacionados
  • Comentários

É necessário se logar no site para enviar um comentário.







Super produtos